Kondizilla Festival em São Paulo

Aconteceu ontem 19 (vespera de feriado) o grande dia do Festival da KondZilla o evento contou com mais de 10 horas de evento noite a dentro, contou com nomes estourados do funk como: Kevin o Chris, Kevinho, MC Kekel, MC Jottapê, Lexa, MC Fioti, Dani Russo e MC Matheuzinho. Além disso, artistas como: Léo Santana, Dj Pernambuco e Alok também participaram dos shows. No maior clima bailão o evento teve transmissão ao vivo pelo canal do youtube da Multishow.
kondzilla

O KondZilla Festival, do produtor, empresário, palestrante e Midas do funk Kondzilla, que aconteceu entre a noite de ontem e a manhã de hoje, entrou para a história como o primeiro evento de grande porte dedicado ao gênero, que nasceu nos morros cariocas e hoje é um dos mais populares e rentáveis do país. Cerca de 20 mil pessoas lotaram o Pavilhão de Exposições do Anhembi, na zona norte de São Paulo, para assistir a 12 atrações se revezando durante dez horas seguidas de música, transmitidas ao vivo pelo canal Multishow. Resumindo: a maior festa funk já realizada no Brasil. E esse foi apenas o primeiro passo “Meu trabalho sempre foi de promoção desses artistas que estão aqui, para eles se apresentarem em outros festivais. Senti que chegou a hora de fazermos nosso próprio festival”, disse Konrad Dantas, o KondZilla, que confirmou a realização da edição 2020 e que planeja levar o festival a outras capitais e interior. “Não digo que estamos hoje num patamar acima de outros festivais de funk que existem, mas que estamos fazendo uma coisa nova, expandindo nossa experiência do digital, do nosso canal, das nossas músicas, da nossa série na Netflix. E esse processo continuará sendo levado nos próximos anos em várias frentes diferente.”

O astro da noite Entre todas as atrações, Kevinho, que se apresentou pouco antes da meia-noite, foi a que mais brilhou no festival. Fez o show mais animado e ruidoso da noite, além de arrastar uma multidão por onde passava nos bastidores. O funkeiro de 21 anos está no auge. “Estou muito feliz por hoje, por ser querido por todo mundo. Tento passar uma coisa boa, de ser uma pessoa do bem”, disse Kevinho. “Acho que o funk tem muito potencial. Esse é o maior festival já feito, e se continuar com esse crescimento, logo vamos estar do tamanho de um Lollapalooza.” Funk, mas nem sempre Exceção feita a Léo Santana e Alok, não funkeiros.

Adicionar Comentário